Mau Hálito (halitose) em animais de estimação

A boca de seu animal não cheira muito bem? Mau odor pode ser um sinal de problemas sérios, tais como doença periodontal, infecção oral ou sistêmica.   Portanto, discuta o problema com seu veterinário.

 

Mitos comuns: Verdadeiro ou falso?

Mau hálito em pets é normal

FALSO: Mau-cheiro não é normal. Assim como ocorre com humanos, mau hálito em animais de estimação é associado frequentemente a problemas dentários e requer tratamento para assegurar a boa saúde deles.

Pets não precisam de higiene oral frequente

FALSO: Mesmo com limpeza regular feita pelo veterinário, seu animal ainda precisa de escovação para manter o hálito saudável e os dentes brilhantes.

A boca deles se limpa sozinha

FALSO: Apesar de existir enzimas naturais na boca dos animais de estimação, estas sozinhas não manterão as bocas deles limpas. Resíduos se acumulam nos dentes e requerem escovação ou raspagem para manter a boca limpa.

Gatos não precisam de cuidados com os dentes

FALSO: Com frequência, gatos e cães de raças pequenas precisam de maior cuidado com a saúde da boca, em comparação a cães de raças maiores.

Gatos tem mau hálito porque comem comidas com cheiro forte

FALSO:  Mau-cheiro na boca do seu gato significa que ele tem um problema de saúde,

e você deve discutir isso com seu veterinário.

 

PREVENÇÃO É O MELHOR REMÉDIO

Você pode evitar o mau hálito e problemas dentais com cuidado oral frequente. Seu veterinário recomenda escovação diária, pois essa é a melhor maneira de manter a boca do seu bicho saudável. O uso de enxaguantes bucais também é possível, além de dieta para os dentes, aditivos na água e brinquedos de morder que mantém a boca limpa.

Lembre-se, quanto mais você cuidar da boca do seu animal, menos o seu veterinário terá de tratar eventuais problemas futuros.

 

TRATAMENTO: O QUE SEU VETERINÁRIO IRÁ FAZER

O profissional realizará um exame completo, físico e oral. Se notar sinais de problemas dentários, ele ou ela poderá recomendar um teste pre-anestésico, tais como exame de sangue, além de um eletrocardiograma para assegurar-se que seu bicho pode tomar anestesia, que será necessária. Assim, seu veterinário poderá diagnosticar a origem do problema e adotar medidas para resolvê-lo.

Tenha em mente que, problemas dentários sem tratamento têm sido apontados como origem de doenças mais sérias, cardíacas, hepáticas e renais. Então, se perceber mau hálito ou outros sintomas, marque uma consulta.

 

 

Cortesia do Dr. Scott Linick, FAVD, Plainfield Animal Hospital, South Plainfield, NJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *