Akita

O Akita pode ser a única raça no mundo considerado um monumento natural em seu país de origem. Ele é uma raça japonesa, desenvolvida para caça de grandes animais como o urso, alces, e javalis. Ele foi originalmente usado para guardar a realeza e nobreza no Japão feudal. Hoje ele é freqüentemente encontrado trabalhando como um cão policial ou guarda.

Esta é uma raça grande e poderoso, com muita substância e ossos pesados; é um pouco mais longo do que alto. Sua estrutura reflete a sua tarefa original de caça através da neve espessa e terreno acidentado. Sua pelagem dupla consiste de um subpêlo denso e um áspero. Essa combinação oferece amplo isolamento de água e clima. Sua marcha é rápida e poderosa.

O Akita é um cão versátil de grande tipo spitz. Ele pode ser um companheiro de caça e protetor. O Akita é corajoso, independente, teimoso e tenaz. É totalmente dedicado e vai proteger os membros da família. É reservado com estranhos e pode ser agressivo com outros cães. Ele pode ser dominador. Apesar de não ser uma raça para todos, nas mãos certas o Akita é um excelente companheiro.

No que se refere contato com crianças é bom ficar atento as vezes ele pode confundir os gritos agudos e alguns tipos de brincadeiras mais pesadas entre as crianças como luta real e intervir para protegê-los se ele não é supervisionado. Socialização precoce e frequente são essenciais para ajudá-lo a desenvolver a confiança saber diferenciar situações normais de uma ameaça real.

Ao contrário de muitas raças Spitz, o Akita não é conhecido por latir, o que pode torná-lo interessante para os moradores de apartamento (mesmo não sendo o tipo de moradia ideal), mas isso não diminui suas habilidades como um cão de guarda. Ele é altamente protetor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *