Cuidados com o cão idoso

Os animais também envelhecem  e colhem os problemas da idade avançada, assim como os seres humanos.

Consideramos um cão idoso, mais ou menos, a partir de 8 anos para os  cães de grande porte, e 10 anos para os de pequeno porte, assim como os gatos.

Os animais idosos poderão sofrer de doenças renais, cardíacas, hepáticas, endócrinas, problemas com tártaro, locomoção e etc.

Com o passar dos anos, os órgãos se tornam “desgastados” e surgem doenças muito comuns nesta fase da vida. A Insuficiência renal crônica, A diabetes, os sopros cardíacos e os tumores são algumas das doenças mais comuns. Nestes casos o animal apresenta sintomas como emagrecimento, tosse, urina demais, muita sede, entre outros.

Geralmente, mesmo sem doença alguma, os idosos deixam de brincar como os filhotes, dormem mais, podem engordar, mas também perder massa muscular, tem dificuldade para subir em determinados locais, ficam um pouco “rabugento” e  cansam fácil. Esta mudança no seu comportamento pode ser gradativa, mas também pode ser um pouco repentina.

Eles sofrem, em grande parte, as mesmas doenças que um ser humano, as mesmas dores e limitações.

É muito importante que seu animal realize avaliações frequentes pelo veterinário, que solicitará alguns exames para pesquisar por alterações que a idade pode trazer. Ao identificar alguma doença, é importante saber qual é o tratamento mais adequado para que seu animal tenha uma qualidade de vida.

As doenças que surgem nos idosos podem ter controle através de medicamentos, por isso é importante um diagnóstico rápido.

O mais importante na fase idosa é sua atenção, para o diagnóstico precoce de doenças, e todo o seu carinho!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *